Aviso: na biblioteca de Jacinto não se aplicará o novo Acordo Ortográfico.

01 dezembro 2007

1º de Dezembro

(Rua em Abrantes)

8 comentários:

Jose Augusto Soares disse...

Vão rareando estes azulejos a servir de indicadores de nomes de ruas.

E é pena.

Gaspar Matos disse...

Então, cara Clara, essas provocações? Estão a fazer falta!
Um abraço,

Gaspar

PostScriptum disse...

Hoje pode colocar-se a mesma questão: somos verdadeiramente livres e soberanos ou precisamos de uma nova Restauração? Acredito na última hipótese.

Clara disse...

Uma nova Restauração só se poderá fazer a partir de algo que nos falta e muito: auto-estima. Enquanto não desenvolvermos a auto-estima vamos continuar a achar que a solução está fora de nós, em Espanha, na UE, em algum D. Sebastião vindo do nevoeiro ou talvez noutro planeta. E o desenvolvimento da auto-estima passa por nos reencontrarmos em vez de andarmos a olhar para os outros e a tentar ser como eles.

Anónimo disse...

Caros amigos,
ola clara,

gostei mt deste post,
para mim em particular que sou 100% portu~guês, defensor da nossa nacionalidade, das conquistas do nosso muy nobre D.Afonso Henriques, tb concordo ctg Clara,
faz-nos falta é elevar o nosso auto-estima.
temos muitos coisas boas e não somos piores que os outros povos,
falta-nos confiança, sentido de orientação e de nos reencontrar de novo com nossa história ....
viva Portugal!!!
beijo Clara

José Pedro Silva

manuel cardoso disse...

100% de acordo.
Daí eu achar que o Duque de Bragança (como símbolo integral da cultura portuguesa que é dado ser o herdeiro da nossa casa real, não como "pretendente ao trono" - já repararam que ele nunca se põe em bicos de pés de pretendente ao trono como "pretendem" alguns que falam dele?) esteve muito bem em meter o saramago na ordem. O saramago é dos que só se lembra de Portugal quando lhe convem... com portugueses assim, quem é que precisa de castelhanos? eheheheh

manuel cardoso disse...

perdão! o saramago nem castelhano quer ser... apenas canário (sem desprimor para os pássaros).

Bic Laranja disse...

Olha! Pode pôr esta ao lado do trapo azul que esvoaça no cimo do Parque.
Não nos falta auto-estima; falta-nos Portugal. Roubaram-no-lo, ou deram-no, já nem sei.
Cumpts.