Aviso: na biblioteca de Jacinto não se aplicará o novo Acordo Ortográfico.

27 outubro 2008

Jacinto XXI

Lanço a partir de hoje um desafio aos visitantes d'A biblioteca de Jacinto:

Como seria o Jacinto Galião, hoje, neste início de Séc. 21?

A minha ideia é recriar o "boneco", a personagem, quer no seu perfil psicológico quer nas suas características físicas, quer ainda nos seus hábitos, no seu comportamento, no seu habitat. Imaginemos que um escritor de hoje (ou um realizador de cinema) decidia rescrever a Cidade e as Serras mas perfeitamente adaptadas à realidade de hoje. Como seria este Jacinto?

Não se esqueçam que o Jacinto Galião é um estereótipo por isso temos de lidar com os esterótipo de hoje para redesenhar a personagem.

O desafio começa aqui, hoje, dia 27 de Outubro de 2008 e acabará em data incerta.

Vou receber todas as sugestões e também darei algumas, claro.

Periodicamente, sob o título Jacinto XXI, irei publicando as propostas até chegarmos a um retrato completo.

Para ajudar vou começar pela minha ideia (que entretanto pode mudar) do Jacinto Galeão no séc. XXI.

Jacinto Galião, herdeiro aristocrata português do séc. XIX, vivia na Cidade Luz, Paris.

Jacinto Galião, herdeiro da alta finança portuguesa do séc. XXI, vive onde? Eu acho que vive na Big Apple, Nova Iorque.

E pronto, está lançado o desafio. Fico à espera das vossas propostas.
E espero que se divirtam a imaginar o Jacinto Galião do Séc. XXI.

2 comentários:

F. do Valle disse...

Talvez Paris não esteja para o século XIX como Nova Iorque para o século XXI. A capital financeira e imperial desse tempo era Londres e a segunda super-potência era a Alemanha.
Mas, se o desafio é esse, só há que aceitá-lo, ainda que com a reserva sobredita.
Preocupa-me o Grilo, esse "esplêndido negro" que, qual ama sêca, tomava conta de Jacinto.
Como seria hoje em NI? Um rapper?...

MCA disse...

Não há qualquer reserva. Aquela era apenas a minha sugestão. Não vejo outra capital que hoje possa equivaler à Paris desse tempo. Se Londres era, realmente, a capital financeira e imperial, o francês e a cultura francófona dominavam de facto. Hoje, a língua franca é o inglês e os grandes acontecimentos passam todos por Nova Iorque. Daí a minha proposta. Mas este desafio está totalmente aberto. Eu quero imaginar como seria o Jacinto hoje. Tenho mais ideias - tenho o "meu" Jacinto do séc. 21 - mas não quero condicionar as propostas, daí não avançar mais.

Quanto ao velho Grilo, acho que tem mais a ver com o Benson da série Soap. Curiosamente, o nome completo do mordomo da Soap era francês - Benson Du Bois.

Quanto ao outro comentário, está no forno.