Aviso: na biblioteca de Jacinto não se aplicará o novo Acordo Ortográfico.

14 abril 2009

Pergunta talvez sem resposta

O que é que leva alguém a dar-se ao trabalho de se introduzir numa escada de um prédio, a meio da noite, subir a um 3º andar sem elevador e roubar um vaso de flores?

9 comentários:

Pedro Brito disse...

Hoje em dia já estou por tudo !
Até a alma nos roubam...
Achei o seu blog muito interessante , eu acabei de criar o meu , sou novato destas andanças!
Trata dos encontros e desencontros da vida , com base numa experiência minha mais ou menos recente ! Se quiser dê uma olhada , comente , gostava de trocar ideias com mais gente e a avaliar pelo seu blog poderá ser interessante !

3Picuinhas disse...

Impulse?

Orlando disse...

Sabe-se lá...talvez o amor. Ele há razões que a Razão desconhece...

Anónimo disse...

Na volta, foi o vizinho do lado ...

Beijinhos,
MRF

MCA disse...

Não. Não foi impulse nem o amor. Foi mesmo para não ir ao almoço de Páscoa de mãos a abanar. As pessoas são muito mesquinhas.

Gaspar Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Quintela Soares disse...

Tentando responder à questão:

A falta de civismo e de educação, aliada à indigência de espírito.

André A. Correia disse...

E alguém saltar um portão em pleno dia e roubar uma mangueira, já puída? É a crise. Mais vale sujeitar-se a ser apanhado do que gastar 10,00 € em qualquer loja de bricolage...

PJA disse...

Há cerca de dez anos, o Governo da República tentou introduzir a taxação, em sede de IRS, das actividades ilícitas. Sim, é isso mesmo. Essa ideia não foi abandonada. De tão genial que parece, é de esperar que, num belo dia, tenhamos de levar com isso. Só lamento que, por não estar ainda em vigor, se perca a oportunidade de mandar uma flor ao Ministro das Finanças...