Aviso: na biblioteca de Jacinto não se aplicará o novo Acordo Ortográfico.

09 agosto 2011

Domenico Modugno - Dio, come ti amo

Muito que eu gosto de canção italiana!
Uma vez ouvi alguém que dizia: gosto da música italiana, de toda, mesmo da má, lembra-me sempre carros descapotáveis e mulheres de lenços às bolinhas.
Pois passa-se exactamente o mesmo comigo. Adoro música italiana, adoro aquela lamechice, adoro aquela língua, adoro tudo.
Esta é do ano em que nasci.



Nel cielo passano le nuvole
Che vanno verso il mare
Sembrano fazzoletti bianchi
Che salutano il nostro amore.
Dio, come ti amo!
Non è possibile
Avere tra le braccia
Tanta felicità.
Baciare le tue labbra
Che odorano di vento
Noi due innamorati
Come nessuno al mondo.
Dio, come ti amo!
Mi vien da piangere.
In tutta la mia vita
Non ho provato mai
Un bene così caro
Un bene così vero
Chi può fermare il fiume
Che corre verso il mare.
Le rondini nel cielo
Che vanno verso il sole
Che può cambiar l'amore
L'amore mio per te.
Dio, come ti amo!
Dio, come ti amo!
Dio, come ti amo!
Dio, come ti amo!

Há lá língua mais bonita?...

3 comentários:

Jaime A. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaime A. disse...

Dio, come è bello tuo post!

VdeAlmeida disse...

Não vou tão longe, como melómano (ou aspirante a tal) não suporto má música, e na altura em que saiu essa musica estava decididamente virado para outro tipo de canções (o que já demonstra que sou um bocadito mais velho), Mas hoje, quando a ouço, paira uma certa nostalgia no ar e...gosto. Enfim, coisas da idade.
Ah! e de Itália sempre gostei! (excepto de conduzir em Roma :-) )

VdeAlmeida
(http://aruainclinada.blogspot.com/)