Aviso: na biblioteca de Jacinto não se aplicará o novo Acordo Ortográfico.

02 dezembro 2008

Concerto de Natal

Cartaz: fotografia e concepção de Fabrice Ziegler. Eu estou na foto mas não digo onde...

O Grupo Vocal Arsis vai realizar o seu primeiro concerto desta temporada no dia 6, Sábado, pelas 22h00, na Fábrica Braço de Prata.

13 comentários:

André A. Correia disse...

1. De vermelho, canto superior direito?

2. A entrada é livre?

MCA disse...

Ena! Isso é que é golpe de vista! Acertou em cheio :-)
A entrada na Fábrica é paga e dá acesso a todas as actividades e eventos (concertos, exposições, performances, etc.).

André A. Correia disse...

Não é golpe de vista, é meia trapaça :)... A Clara deve ter emendado esta entrada, porque de início no Google Reader aparecia esta indicação, mas depois na edição final já não consta.

Vamos ver se arranjo tempo para lá dar um salto.

Anónimo disse...

Minha Querida,

Infelizmente não vou poder ir, dado que nesse mesmo dia, às 21:30h, tenho concerto em Évora.

Beijocas e até amanhã
MRF

MCA disse...

Batota! É verdade que eu comecei por identificar, gravei e mudei logo a seguir mas, pelos vistos, ainda ficou registada a versão anterior. Isto é preciso muito cuidado com a Internet!
Eu achei estranho, só a partir da minhas (poucas) fotos no blogue...

Leonor disse...

E pode-se saber o reportório? gosto bastante de concertos de natal, talvez consiga dar lá um pulo

boa sorte, em todo o caso

MCA disse...

O segredo é a alma do negócio... mas posso adiantar que o programa vai do séc. 16 ao séc. 20 (vamos cantar Morago, Brahms, Lopes Graça e outros). Como é usual neste tipo de repertório, algumas das peças são harmonizações de temas populares de várias nacionalidades.
Não é um repertório demasiado popular nem demasiado erudito. Foi pensado para agradar a públicos muito distintos porque o espaço em causa também é frequentado por um público muito heterogéneo.
Se aparecer, vá ter comigo para nos conhecermos pessoalmente.

Luis Neves disse...

Fui no sábado ao vosso concerto de natal e gostei muito. Cantam lindamente. Gostei imenso do maestro. E gostei muito de vos ver (e de te ver) cantar Lopes Graça. As canções heroicas eram das únicas musicas mais clássicas que se ouviam cá em casa, quando eu era pequeno.
Eu não percebo nada de música. Mas estas canções fazem parte do meu património genético.

"Vozes ao alto, Vozes ao alto!
unidos como os dedos na mão.
havemos de chegar ao fim da estrada
ao sol desta canção!"
Uma das canções heroicas de José Gomes Ferreira - Lopes-Graça

Parabéns pelo vosso trabalho. Muitos concertos e espetáculos , por esse mundo fora.
Gostei muito das vozes masculinas.

MCA disse...

Ora, ora! E não te apresentaste! Bastava dizeres Olá, sou do blogue Leitura Partilhada. Foi pena. Mas fico contente por teres gostado, nós também sentimos que este concerto correu bem mas a percepção de fora é sempre diferente. Quanto ao Paulo Brandão, é um grande profissional e, sendo nós amadores, é uma honra e um privilégio tê-lo como nosso director artístico.

Anónimo disse...

Em nome das vozes masculinas do Arsis, obrigado ao Luis Neves.
É sempre mais difícil arranjar vozes masculinas, não está interessado?

Leonor disse...

Entre jantar no Museu do fado e uma ida ao Hot, perdi a oportunidade... não deixei de ter um serão muito musical, a começar na Ana Sodia Varela e acabar num belissimo quarteto...

mas tenho pena! se houver mais, podemos saber???

(ps - hoje fui à natalis, uma feira de natal que está na FIL nova. Entre tudo e mais alguma coisa natalícia está uma banca da INCM, com livros deles, claro, mas muito interessantes. Há de música portuguesa, a preços acessíveis. lembrei-me de si...)

MCA disse...

Obrigada, Leonor. Quero ver se ainda lá passo. O nosso próximo concerto está marcado para Torres Vedras (Igreja do Castelo), às 18h00. Oportunamente anunciarei aqui.

ap disse...

Se uma das escolhas recaiu sobre Lopes-Graça, então escolheram bem. (eh, eh, eh...)

Agora a sério: já tenho ouvido falar do vosso coro e ainda não o conheço. Estará prevista alguma visita à região de Castelo Branco?